RSS

Guardando a Fé










Denzel Washington é mais do que apenas um ganhador de Oscar superstar. Ele é um cristão que leva a sério o seu papel, mesmo quando é necessário um pouco de sangue, como no seu mais recente trabalho the Book of Eli no Brasil O Livro de Eli.




Galera segue um artigo que achei muito interessente pois eu não sabia de nada disso, e é legal pensar que mesmo em um meio tão dificil, existe alguém que permanece na fé.

Denzel Washington é um dos atores mais bem sucedidos e respeitados de Hollywood. Duas vezes vencedor do Oscar (em 1989 por de Glória e 2001 por Dia de Treinamento) é também um dos maiores cristãos de Hollywood.Filho de pastor pentecostal de Mount Vernon, Nova York, ele aos 55 anos, tem sido um membro ativo do West Angeles Church of God in Christ por quase 30 anos, lê sua Bíblia todas as manhãs, e sempre escolhe papéis em que pode passar uma mensagem positiva ou um reflexo de sua profunda fé pessoal.

A fé está em todo lugar no seu novo filme, The Book of Eli. No filme, Washington desempenha um misterioso viajante chamado Eli, encumbido por Deus de proteger a última cópia da Bíblia na Terra enquanto bandidos procuram roubá-la e usá-lo como uma "arma" de controle. Seu personagem no filme é extremamente viloento, assassinando bandidos a cada esquina, mas começa a mudar quando ele conhece uma garota inocente (Mila Kunis), que lembra que podemos ficar tão preso em proteger a Palavra de Deus que, por vezes esquecemos de viver por ela. Para Washington, "viver por ela" é essencialmente caracterizada pelo amor e sacrifício. A mensagem final de Eli, diz ele, é "fazer mais pelos outros do que você faria para si mesmo. "Oramos a respeito de tudo, todos os dias", disse Washington a membros da mídia religiosa na semana passada em Los Angeles.

"Eu creio que Jesus é o Filho de Deus", diz ele. "Eu fui cheio do Espírito Santo. Eu sei que é real. Eu estava na sala orando, meu rosto explodiu, eu chorei como um bebê, e tive medo. Apoiei levantei e fui na outra direção, para ser honesto com você. eu não sabia o que estava acontecendo. Foi muito forte. Sentado em sua casa, recentemente, lendo a Bíblia (está lendo a toda pela terceira vez), Washington se deparou com uma passagem sobre a sabedoria e entendimento em Provérbios 4, que o fez refletir sobre sua vida. "Eu estou nesta mansão com todas estas coisas", observou. "Eu entendi o que o texto dizia: 'Você não poderá levar nada com você. Os egípcios tentaram, eles foram roubados. Eu disse: 'O que você quer, Denzel? E uma das palavras que vinha a minha mente era sabedoria. Então eu comecei a orar sobre isso. "Deus, me dê uma dose disso." Eu não posso ficar mais bem-sucedido. Mas eu posso ficar melhor. Eu posso aprender a amar mais. Eu posso aprender a ser mais compreensivo. Eu posso ganhar mais sabedoria ".

Assim como seu personagem em The Book of Eli, Washington acredita na vocação profética e tenta aproveitar ao máximo o que ele acredita que Deus lhe deu como ministério: No seu caso, a fama mundial. Washington lembra uma história de quando ele tinha 20 anos, que demonstra como ele se relaciona intimamente a sua fé com sua carreira. O dia era 27 de março de 1975, e Washington, que acabara de ser expulso da escola, estava sentado no salão de beleza de sua mãe. Uma mulher de idade que estava sob o secador ficou olhando Washington, em seguida, pediu-lhe um pedaço de papel, em que ela escreveu a palavra "profecia". A mulher chamava-se Ruth Green, um dos membros mais antigos da igreja, conhecida por ter um dom da profecia. Naquele dia, ela disse a Washington: "Rapaz, você viajará pelo mundo e falará para milhões de pessoas."


Adaptado do site: Christianity Today
Traduzido livremente por: Lucas Souza





  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comentários:

Elder Moraes disse...

Não sabia que ele é cristão! Fiquei mais fã ainda!

thaisecute disse...

Poxa, que bacana ver um testemunho desses!

Ingrid disse...

Fiquei feliz em saber que o Denzel é cristão e tem dado um ótimo testemunho sobre a nossa fé!!!

Gigi disse...

Assisti esse filme ontem...muito interessante!

Postar um comentário