RSS

A Parábola do Google

Segue uma “amarração” que a minha mente fez depois de digerir o texto do Elder sobre revelação x informação, o primeiro capítulo do Caçadores de Deus, e uma pregação que ouvi hoje pela manhã. Espero que esteja clara a minha idéia.


A Parábola do Google

Por Lucas
Certo dia, uma mãe deu uma ordem a seus dois filhos internautas: - Me tragam informações a respeito do Pastor Edu.
O internauta tolo foi ao Google e digitou “Pastor Edu”,encontrou diversos pastores diferentes e desistiu da busca.
O Internauta sábio por sua vez, foi até a mãe e perguntou sobre qual Pastor Edu ela queria a informação, logo soube que era sobre o Pastor Eduardo Franchi. Tendo esta informação digitou no Google o nome correto, e obteve as informações relevantes, que o Pastor Eduardo é missionário da igreja batista da vila euro, Trabalho com a Comunidade Árabe em São Paulo e São Bernardo, que é casado, possui filhos e é representante de missões pela JMM.

O relacionamento com Deus é semelhante ao Google, está disponível e acessível a todos, mas é necessário qualidade na sua busca. Se vc busca de forma relaxada, algo que não demanda nenhum esforço da sua parte, se busca apenas aquilo que lhe convém, você terá um relacionamento superficial com Deus, não vai Conhecê-lo em sua profundidade e com certeza o resultado da sua busca será tão medíocre quanto ela foi.

Mas se você buscar com qualidade, fornecendo aquilo que é necessário, a resposta será mais que satisfatória, O relacionamento com Deus depende do quanto você está interessado em se relacionar com Ele, o quanto você se interesse em obter respostas/revelação Dele, o quanto você REALMENTE, permite que Ele haja na sua vida, em todos os sentidos.

Quem tem dedos para digitar, digite o que Deus espera pra sua vida.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comentários:

Elder Moraes disse...

Show!

Luciano Tadeu disse...

Muito bom Lucas! É essa a idéia mesmo... lembre de compartilhar em nossa reunião!

victor lima disse...

Glória Deus show de bola

Postar um comentário