RSS

Informação x Revelação


Há alguns dias atrás, a convite do Lu, fomos até a Igreja Batista do Povo, na Vila Mariana (Sampa City). Estava com saudades de lá! Foi nesta igreja que fizemos nosso curso de noivos e, desde então, passamos a alimentar um grande carinho por ela.

Naquela noite haveria (e houve!) uma programação com o ministério Casa de Davi. Deus falou muito ali! Saímos de lá muito abençoados e depois fomos comer uma panquequinha básica! Hehe!

O Davi Silva (líder do grupo) levou uma reflexão que gostaria de compartilhar aqui (hoje serei breve...):

"Chegando Jesus à região de Cesaréia de Filipe, perguntou aos seus discípulos: 'Quem os outros dizem que o Filho do homem é?' Eles responderam: 'Alguns dizem que é João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, Jeremias ou um dos profetas'. 'E vocês?', perguntou ele. 'Quem vocês dizem que eu sou?' Simão Pedro respondeu: 'Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo'. Respondeu Jesus: 'Feliz é você, Simão, filho de Jonas! Porque isto não lhe foi revelado por carne ou sangue, mas por meu Pai que está nos céus....'." (Mateus 16:13-17)

Estamos em um tempo onde o bombardeio de informações é gigantesco. Certamente somos a geração mais bem informada que já passou por este planeta (ou ao menos aquela com mais acesso à informação). TV, rádio, internet, instant messaging, VOIP, portais de informação atualizados a todo instante, e-mail, blog, microblog, fotoblog, podcasting, videocasting, RSS, ensino à distância... ufa! Recursos não faltam.

Toda essa informação nos faz... como diria... bem informados! E, pode, como eu comentei no post Aprendendo com quem sabe, nos levar a uma situação de saber tão grande que passamos a não querer mais aprender as coisas vindas Alto. Daí passamos a ser independentes, autossuficientes e orgulhosos. Pior: às vezes fazemos isso até mesmo com as coisas de Deus... estudamos, lemos livros, fazemos exegese e nos esquecemos de pedir ao Espírito que nos ensine.

Quando Pedro diz "Tu És o Cristo, o Filho do Deus Vivo", Jesus diz que ele não aprendeu isso de outra fonte que não fosse o Pai. E Ele não disse que o Pai informou isso a Pedro, mas sim que revelou! Pedro não tinha a Bíblia escrita e compilada que temos hoje, não ia à EBD e não recebia as devocionais do Max Lucado por e-mail (que, por sinal, são ótimas!). Mas ele entendeu algo, e isso lhe foi revelado (ensinado, mostrado) pelo próprio Deus! Ele andava diariamente com Jesus e certamente aprendeu muito sobre o Mestre, mas com relação a esta certeza o próprio Jesus foi bem específico: foi o Pai quem revelou.

Informação é algo ótimo e é necessário, mas não pode suplantar aquilo que encontramos apenas nEle.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comentários:

Lucas disse...

Muito boa a análise!

Sinto que hoje em dia, principalmente os critãos evangélicos históricos "tradicionais" tem medo da revelação, pois pode parecer algo "pentecostal", quando na verdade é algo espiritual, dado diretamente do Espírito a quem o tem buscado. A revelação não é previsão de futuro, mas sim uma resposta de intimidade do Espírito Santo.

Luciano Tadeu disse...

Muito bem, Lucas! Concordo com tudo!!!

Thaise de Souza disse...

Eu estive presente no culto no qual o Davi Silva fez essa reflexão. Vim para casa encantada, pois a é exatamente isso que acontece! As pessoas se enchem de informações sobre Deus, mas a revelação vem direto dEle! Muito bom!

Postar um comentário